Notícias

No mês de agosto o Sinttel Bahia realizou, em conjunto com entidades parceiras, a Semana da Mulher Trabalhadora, que englobou atividades em empresas do setor telefônico visando a reflexão e valorização da resistência de gênero.

 

No setor telefônico, as mulheres são maioria, principalmente no teleatendimento. O setor tem em sua base um número elevado de jovens negras, entre 18 e 30 anos, grande parte com ensino médio, mas é crescente o número de estudantes universitárias. Das que são mães, boa parte sustentam financeiramente a família.

 

Ao reconhecer que o setor necessita ampliar as discussões sobre gênero e debater as problemáticas que atingem as trabalhadoras, o Sinttel Bahia criou, em 2012, o departamento de gênero. “A criação desse departamento representa o objetivo da entidade em dialogar com essas trabalhadoras e também com o segmento LGBT. A nossa base abrange uma categoria profissional onde mulheres e homossexuais ocupam espaço e nós sentimos a necessidade de ampliá-los”, disse Tereza Bandeira, coordenadora do departamento e dirigente sindical.

 

Neste Alô Base, o Sinttel Bahia abordou alguns temas que estão na ordem do dia e que vêm sendo discutidos pelos principais organismos nacionais e internacionais. No site (www.sinttelba.com.br) publicamos regularmente informações sobre empoderamento feminino, estética afro, empreendedorismo, cultura, religiosidade e sobre a condição profissional das mulheres baianas. Fique ligado(a) nas nossas redes sociais.

 

Hashtags: